Dicas Úteis

Como ir para a faculdade: o guia completo (parte 3)

Pin
Send
Share
Send
Send


Uma entrevista com o pessoal do comitê de seleção de uma universidade dos EUA oferece uma excelente oportunidade para um candidato demonstrar como está interessado em estudar nessa instituição em particular. O sucesso dessa etapa pode determinar em grande parte a probabilidade de matrícula em uma universidade, assim como vice-versa.

Embora a comunicação com o comitê de admissões possa dar errado por muitas razões, a chave ainda é o despreparo do futuro aluno para esse estágio. Portanto, coletamos 5 perguntas básicas, cujas respostas permitirão que você se comunique com o comitê de seleção sem quaisquer dificuldades especiais.

1. "Você pode me dizer um pouco sobre você?"

A questão pode se tornar enganosamente simples. É claro, você não deve listar todos os eventos da vida, desde o momento do nascimento até o jardim de infância, mas você não deve dar respostas monossilábicas no espírito de “Eu estudei bem na escola” ou “Eu sou um bom garoto / garota”, etc.

Para se destacar, no bom sentido da palavra, você pode contar uma história engraçada da vida de um candidato, por exemplo: "Eu quebrei o recorde de salto em distância da escola" ou "Eu coleciono adesivos de todos os países que visito", etc.

Tais frases traduzirão o diálogo adicional em uma forma mais calorosa e amigável e poderão até delinear alguns tópicos comuns para conversação.

2. "Por que você estava interessado em nossa faculdade?"

A resposta a esta pergunta deve demonstrar claramente o interesse do candidato em entrar na universidade escolhida. Para respondê-lo exaustivamente, você pode se concentrar em alguns aspectos-chave que tornam a universidade atraente para o candidato. Por exemplo, isso pode ser um interesse em qualquer um dos programas científicos que é apenas nesta universidade, ou amor por um determinado assunto em que esta universidade é especialmente forte, etc.

3. "O que exatamente você gostaria de estudar?"

Novamente, você deve estudar o assunto com antecedência e se familiarizar com o currículo principal da universidade. O participante não é obrigado a saber exatamente qual especialidade ele deseja escolher, mas vale a pena ter uma ideia de quais departamentos e departamentos científicos estão nessa faculdade.

Se o candidato já tiver decidido sobre sua especialidade, será útil informar o comitê de admissões sobre os motivos dessa escolha. Se você tiver dúvidas sobre quais currículos mencionar em uma conversa, pense em qual dos interesses do candidato é melhor combinado com determinados currículos da universidade. Isso ajudará a determinar a especialização futura. A única coisa sobre a qual você definitivamente não deveria falar é a renda potencial após a graduação, como a principal motivação para estudar na especialidade escolhida. É melhor falar sobre sua paixão e interesse no assunto.

4. "O que você é capaz de dar à nossa comunidade estudantil?"

Aqui, o candidato precisa pensar em seus pontos fortes. São inclinações criativas, simpatia ou senso de humor? Ou talvez qualidades de liderança? Precisamos nos concentrar nisso. É bom que existam exemplos práticos na vida do participante que possam ilustrar essas qualidades. Você também pode nomear exemplos de como eles podem ser usados ​​para o benefício do campus.

Por exemplo, um futuro aluno pode falar sobre inclinações criativas e oferecer sua participação no clube de arte na faculdade, contribuindo para o desenvolvimento da arte entre os alunos. Você pode até esperar para ver os trabalhos do candidato na galeria de arte da faculdade.

5. “O que você se vê daqui a 10 anos?”

Embora não seja absolutamente necessário saber, uma demonstração do que um candidato pensa sobre seu futuro pode ser benéfica. Se você tem idéias sobre a carreira futura de um candidato, você pode dizer sobre eles, mas se não houver uma ideia clara, você pode se concentrar nos interesses atuais.

Como mencionado anteriormente, nesta questão não vale a pena se concentrar nos benefícios materiais que a educação promete. Um bom passo será descrever seu futuro em 10 anos através do prisma de sua especialidade, por exemplo, "Eu me vejo como médico de família, usando meu conhecimento para trabalhar em minha cidade natal, porque quero me dedicar a garantir a saúde das pessoas".

Preste atenção às visitas da faculdade e feiras escolares

Se você estiver indo para completar sua parte da transação e trabalhar muito duro para preparar um excelente pacote de documentos para a faculdade, então você provavelmente deve saber exatamente quais são as possibilidades da sua universidade.

É provável que os representantes das universidades visitem o prédio da sua escola, recrutando estudantes e gerando interesse em suas instituições, enquanto informam sobre eles. Muitas vezes, essas reuniões acontecem durante o almoço, então você não precisa sacrificar o seu precioso tempo: apenas coma e ouça a apresentação!

As feiras universitárias são apenas um grande grupo de representantes universitários reunidos por conveniência em um único lugar e de uma só vez. Passeie entre as arquibancadas e colete folhetos informativos! Os representantes poderão responder às suas perguntas mais profundas, e talvez você ainda possa se reunir com vários estudantes universitários atuais.

Um aviso: em feiras e durante visitas de representantes de escolas, você normalmente só ouve sobre os lados “bons”. Isso é mais um movimento de marketing do que informar. Nunca perca a cabeça e lembre-se que isso é basicamente uma propaganda para sua faculdade.

A publicidade funciona nos dois sentidos! Tente causar a melhor impressão - há uma boa chance de um representante da universidade anotar os nomes dos alunos em circulação.

Finalmente, há muitas formas mais eficazes de reunir informações sobre uma escola do que frequentar feiras universitárias ou ouvir representantes da escola. Mas você também pode descobrir uma nova escola da qual nunca ouviu falar antes. Portanto, é muito importante estar em toda parte e coletar todas as informações disponíveis. Só não se esqueça de considerar a fonte desses dados e os potenciais motivos pessoais dos palestrantes.

Limpar listagens de faculdade, documentos de entrada e prazos

EXCELENTE! Antes de criar uma lista gigante de universidades de seu interesse, pense em criar uma planilha, pasta ou documento estruturado para agilizar toda a sua pesquisa. A lista de instituições educacionais, sua avaliação pessoal de cada escola em uma escala de 5 pontos, o custo de treinamento, “prós e contras”, prazos para envio de documentos - todas essas informações podem estar em sua grande planilha com faculdades.

Essa lista geral permitirá que sua família mantenha a ordem e a confiança de que tudo acontece no prazo! Além disso, as horas gastas pesquisando e organizando são garantidas para ajudá-lo a ver mais claramente os detalhes sobre as escolas que você deseja participar.

Faça a lista certa de universidades

Um dos principais passos para entrar em uma universidade é decidir onde você gostaria de ir!

É melhor começar a refletir cuidadosamente sobre o que você espera da faculdade. Pense na atmosfera, no tamanho da escola, nos cursos, no custo do treinamento e na distância de casa. Quais comodidades você precisa para ser feliz? Quais são os fatores desfavoráveis ​​decisivos que transformam uma universidade particular em um lugar para o qual você nunca irá?

Tendo desenvolvido várias ideias sobre as suas necessidades, crie uma “longa lista” de instituições educacionais - deixe de lado sua imaginação. Não pense "eles nunca vão me levar lá". Basta escrever uma lista grande, incluindo todas as escolas interessantes que atendam às suas necessidades.

Depois disso, será mais fácil para você introduzir critérios mais específicos e reduzi-los a uma “lista curta” de 5 a 10 faculdades para as quais você enviará documentos. Certifique-se de ter uma boa combinação de escolas "confiáveis" e "ricas". Em outras palavras, as universidades selecionadas devem ter elementos de segurança e risco.

Perguntas para uma entrevista em uma universidade

Você não deve aprender freneticamente o material, pois é improvável que o examinador verifique seriamente seu conhecimento. As perguntas da entrevista de admissão não são exames de admissão, testes, etc. Primeiro de tudo, eles são destinados a entender que tipo de estudante você pode se tornar e se você realmente precisa desse lugar mais do que seu oponente.

Com antecedência, você deve preparar respostas para perguntas padrão que ajudem a dar pelo menos alguma avaliação ao futuro aluno.

Quais perguntas são feitas na entrevista na admissão:

  • Por que você escolheu esta universidade particular (você pode se familiarizar com a história da universidade com antecedência e por si mesmo determinar suas vantagens e benefícios com antecedência)
  • Por que você decidiu entrar nesta especialidade (venha com uma resposta boa e impressionante a esta pergunta).
  • Você sabe algo sobre a história da nossa universidade?
  • Como você imagina sua profissão.
  • Você tem conquistas em estudar no campo desta profissão (você pode ter uma carteira de seus prêmios, etc.).
  • Quais características do seu personagem irão ajudá-lo a alcançar seu objetivo.

Entrevista em escola técnica, universidade - regras gerais

  1. Pegue roupas de estilo semi-formal.
  2. Quando você entrar no escritório, não deixe de receber educadamente o comitê de admissões e se apresentar.
  3. Sente-se - não ocupe posições desconfortáveis, para não se mexer mais tarde, pois a entrevista pode levar mais de 20 minutos.
  4. Ouça atentamente as perguntas e responda com clareza e moderação.
  5. Mantenha a calma - um pouco de nervosismo será aceito pela comissão como norma, mas a histeria fará com que você pense que não será um aluno resistente ao estresse e que provavelmente não chegará ao fim.
  6. Fale com confiança, já que agora sua tarefa é convencer os membros da comissão de que é você quem merece um lugar em sua instituição de ensino, e você não tem a menor dúvida sobre isso.
  7. Agradeça a comissão pelo seu tempo após o final da entrevista.

Se você tem certeza que escolheu a profissão certa para si mesmo, e também tente se manter confiante e calmo - você não terá sucesso!

Pense no que você quer estudar (quais são suas principais disciplinas)

Há uma verdade incrível sobre a escolha de uma faculdade: mesmo quando estudamos na mesma instituição, você pode ter qualificações muito diferentes, dependendo de quais são seus principais temas!

Por exemplo, imagine estudar literatura inglesa em uma escola famosa por seu programa de bioengenharia. Mas obter conhecimento da mesma literatura inglesa na magnífica faculdade de Artes Liberais provavelmente lhe proporcionará uma experiência completamente diferente.

Embora a maioria das faculdades ofereça aos estudantes uma ampla gama de especializações, isso não significa que todos os programas de estudo sejam os mesmos. É natural que em todas as instituições educacionais existam faculdades fortes e fracas. Portanto, você quer estudar em uma faculdade magnífica, onde o corpo docente responsável pela sua área de conhecimento escolhida é forte para maximizar seus próprios investimentos.

Outra questão é o tamanho do corpo docente na faculdade. Você deve entender que, na verdade, você passará cerca de 80% do tempo dentro de sua faculdade, não de uma universidade. Esta é uma conseqüência natural da especialização em seu campo de conhecimento escolhido (seu perfil).

Além disso, se o Morehaven College for conhecido, digamos, por seu programa de química, significa também que, após a graduação, um químico especialista em Morehaven provavelmente receberá mais ofertas de trabalho e adquirirá uma rede mais forte de títulos nos campos quase químicos. Em geral, a reputação é importante e não apenas para instituições educacionais, mas também para suas faculdades.

Eu explicarei meu pensamento. Ouvindo que alguém se formou na Harvard Business School, você sabe: você pode esperar que essa pessoa seja inteligente e capaz, porque a HBS é famosa por oferecer educação de primeira classe no campo dos negócios.

O Facebook e o Google estão massivamente recrutando alunos dos departamentos de informática do MIT e da Carnegie Mellon, porque essas faculdades particulares tornaram-se lendas graças ao lançamento de programadores incrivelmente poderosos.

Então, depois de criar uma “lista longa” de universidades, eu recomendo fortemente que você conduza um estudo adicional das especializações específicas que lhe interessam e corte a lista um pouco mais com base em suas descobertas.

Faça esforços especiais para demonstrar seu interesse pessoal em cada instituição.

As faculdades, especialmente as pequenas, adoram quando você expressa um interesse pessoal nelas durante o processo de inscrição. Além disso, você tem a chance de aprender mais sobre a cultura da escola diretamente da comunicação com seus representantes.

Então, vá em frente - ligue pessoalmente para o top 10 de suas escolas e conte sobre seu interesse! Ligue para você mesmo, faça algumas perguntas razoáveis ​​e veja se pode fazer algo para aumentar suas chances de admissão.

Aqui você não precisa exagerar, você não quer parecer chato ou levar muito tempo com os funcionários da faculdade. O objetivo é obter visibilidade, dizer seu nome e aprender mais sobre a escola. Este momento pode ser bem sucedido em esclarecer opções para obter assistência financeira.

Se você realmente quiser ir para a faculdade, eu recomendo que você ligue para as escolas na sua lista e diga à sua equipe como você gosta delas. Definitivamente não vai doer!

Preencha os artigos introdutórios e ensaios

Quando chega a hora da papelada e das redações, o tempo se torna o componente mais importante.

Não faz sentido correr com declarações ou ensaios. Garanto que você não entrará nas principais escolas se estiver com pressa ou engajado na procrastinação no processo.

Esteja preparado para o fato de que cada documento terá que gastar pelo menos 4-5 horas, mas honestamente, você deve reservar pelo menos 10 horas. Use esse tempo para criar e verificar seu aplicativo, talvez você deva imprimir algumas cópias do texto e usar as duas primeiras como versões de rascunho.

Compreenda claramente: declarações e ensaios são um trabalho enorme. Você terá que escolher qual trabalho enviar - medíocre ou fantástico. Afinal, é preciso menos esforço e tempo para concluir um trabalho medíocre. Você deve abster-se de um forte desejo de fugir de seus deveres. Investir 110% do trabalho em todas as candidaturas enviadas para faculdades, ou você apenas desperdiça seu tempo e dinheiro.

É melhor começar a trabalhar em aplicativos e ensaios alguns meses antes do previsto. Nesse caso, diante do burnout, você pode tirar um tempo limite e encontrar alguns pontos de vista adicionais. Não se esqueça: estudantes razoáveis ​​deixam tempo para procurar por várias bolsas de estudos e fontes alternativas de assistência financeira e solicitam tais pagamentos a fim de minimizar a dívida do empréstimo após um ensino superior de 4 anos (ou mais).

Por fim, não se esqueça de pedir a opinião de vários "editores" de terceiros sobre seus documentos. O primeiro passo é pais e consultores, mas se sua família é capaz de contratar um editor profissional, esse serviço pode valer a pena.

Não pare por aí: perguntas e materiais adicionais

Existem dois tipos de alunos que são encorajados por ensaios “complementares” ou “opcionais” e perguntas de resposta curta em exames de admissão na universidade.

Aqueles que dizem: “SIM! Vou ter que gastar menos esforço do que eu pensava! Algo para pular!

I.Aqueles que dizem: “CLASSE! "Eu posso ir além dos requisitos padrão de um exame competitivo, porque eles são todos muito preguiçosos para escrever ensaios de sua escolha!"

Diga-me, qual destes dois alunos você acha que será aceito em mais faculdades?


Não desapareça cedo demais

Agora, sobre o lado inverso de todos os "mais fortes e mais altos" nos exames de admissão. Você pode estar exausto e perder o foco cedo demais. Isso levará ao fato de que, durante a execução dos últimos 10 a 20% dos aplicativos, você reduz os padrões. Afinal, você, francamente, já está cansado de preencher todos esses documentos!

Compreendo perfeitamente esse sentimento (e isso, talvez, seja um ótimo momento para participar do treinamento universitário e conhecer opiniões de fora). Eu encontrei esgotamento e sobrecarga enquanto estudava na escola!

É melhor tomar conta de si mesmo e evitar completamente o esgotamento. Mesmo na agitação dos exames de admissão, não deixe de comer adequadamente, durma horas suficientes e deixe algum tempo para descansar.

Mas se você realmente esgotou, você deve fazer todo o possível para tirar umas férias ou fornecer-se com pelo menos algum descanso. Não se esqueça de encorajar-se, dando-lhe um sentimento de felicidade, a cada vez, fazendo um progresso sério na admissão à universidade.

Este é um projeto de longo prazo, o culminar de vários anos de estudo e trabalho duro. Portanto, tome-o como uma maratona, não como um sprint. Se você quiser ir para a faculdade, então você precisa se controlar e permanecer calmo e confiante durante todo o processo - tanto quanto possível.

Verifique seus perfis nas redes sociais

Hoje, parece que quase todo mundo usa redes sociais. Através de várias ações - desde criar seu próprio perfil até postar suas fotos e status, expressar aprovação de postagens de amigos ou distribuir conteúdo de artistas e músicos - sites de mídia social como Facebook e Twitter e até Google+ e LinkedIn nos dão a oportunidade de nos expressar de maneiras novas e únicas. O problema é que às vezes não somos guiados pelo bom senso clicando em “compartilhar” ou “curtir” no post. E às vezes, nossa previsão pode ser vista por pessoas como professores ou oficiais de admissão de faculdade.

Antes de se inscrever nas instituições de ensino desejadas, você deve “pesquisar” sobre você e examinar cuidadosamente o que um estranho poderia descobrir procurando informações sobre você na Internet.

Trabalhe com cuidado com as configurações de privacidade do Facebook e certifique-se de não estar usando as redes sociais para fazer bobagens. Crie um perfil que você poderia orgulhosamente mostrar a um membro do comitê de admissões.

Visite campi universitários em pessoa

Se você pretende gastar pelo menos 4 anos e, muito provavelmente, dezenas de milhares de dólares para a universidade escolhida, então você deve primeiro checá-la pessoalmente e ter certeza de que realmente gosta dela!

As visitas aos campi universitários são uma tradição consagrada pelo tempo, embora não seja fácil para você encontrar tempo e dinheiro para essas viagens.

Portanto, você precisa escolher com cuidado qual instituição educacional vai e programar o mais rápido possível. Uma vez no campus, você vai querer aproveitar todas as possibilidades: conversar com os alunos, visitar o corpo docente e inspecionar o equipamento.

Sente-se na sala de aula, convide um aluno para almoçar, faça um tour pelo campus. Avalie comida, verifique os quartos, vá ao ginásio, piscina, jardim botânico ou sala de concertos - veja pessoalmente tudo o que o entusiasma enquanto visita o campus!

Pense estrategicamente: talvez você deva visitar duas “escolas ricas”, duas “universidades confiáveis”, assim como duas faculdades mais preferidas. É claro que, se você não tiver essa oportunidade, tudo estará disponível para o cálculo. Basta fazer mais pesquisas usando métodos como conversar com ex-graduados que moram em sua cidade ou explorar informações mais detalhadas na Internet.

Se você não puder ir ao campus pessoalmente, faça um estudo mais profundo e procure pontos positivos e negativos. Encontre fóruns on-line ou outras fontes com comentários honestos e imparciais dos alunos da escola.

Entrevistas Colégio Admissão

As entrevistas são para muitos estudantes a parte mais assustadora de todo o processo de entrar em uma universidade.

E eu posso entender o porquê! Primeiro de tudo, a maioria dos estudantes do ensino médio não tem experiência com tais situações, enquanto os funcionários da faculdade têm grande domínio de conversas face a face.

Além disso, a maior parte do poder é - e isso parece indubitavelmente - do lado das universidades, o que pode levar à formação de uma situação emocional, mais reminiscente do "interrogatório" do que da "entrevista".

Para piorar a situação, o sentimento "esta é a minha única chance!" Muitas vezes surge. O pensamento de uma falha completa da entrevista, destruindo todo o seu trabalho duro e quebrando suas esperanças de admissão - bem, ela faria qualquer um mais tenso!

Mas não se preocupe! Você acreditará em mim se eu disser que todas as dificuldades de uma entrevista são apenas sua invenção?

Honestamente, o poder pertence ao estudante. Você tem o cérebro, personalidade, talentos e versatilidade “versátil” que qualquer faculdade quer ter. Eles precisam de você tanto quanto você precisa deles! Deixe sua inexperiência trabalhar para você. Seja aberto, honesto, sincero e até charmoso, mencionando sua falta de capacidade de participar de entrevistas. Sorrir e dizer que você está um pouco preocupado é normal. Livre-se de um pouco do estresse no começo e depois mergulhe livremente no fluxo do diálogo.

Talvez seja truque principal: tome a entrevista como uma conversa, não como uma competição. Você vai se acalmar, relaxar e talvez até perceber que está rindo e se divertindo. A recessão permitirá que seu carisma chegue à frente.

Conselhos de um profissional: Faça algumas entrevistas práticas com sua família, amigos, mentores ou conselheiro antes deste teste. Tocar uma conversa introdutória sobre papéis pode ser uma forma surpreendentemente divertida e eficaz de dissipar o “medo do público” inerente a esse exame. Além disso, você estará mais preparado e impecável, o que aumentará suas chances de admissão.

Seja uma boa pessoa com os objetivos certos.

Ei, isso é verdade. A maneira mais fácil de lidar com um processo de entrevista e admissão é ser uma boa pessoa com os objetivos certos.

tendo algumas reflexões sobre quem você é e por que você escolheu esse caminho,

responsabilizando-se por decisões anteriores e esforços futuros,

preservação do orgulho em realizações passadas e excitação dos próximos julgamentos,

conhecimento de seus objetivos de vida a longo prazo e posse de algumas idéias sobre os passos que você toma para alcançá-los (mesmo que eles ainda não estejam completamente claros para você).

E se você não tiver metas? Bem, para ser honesto, você deve preencher essa lacuna rapidamente! Além disso, por que você vai gastar tanto tempo, dinheiro e energia em sua educação superior?

A energia e o positivo que surgem ao se tornar uma pessoa boa, gentil e trabalhadora com metas claras e um plano para alcançá-los é, na verdade, tudo o que você precisa para entrar em melhores faculdades e universidades no mundo, se suas notas puderem se tornar a base por isso.

Receber Notificação de Admissão e Decidir

Agora que você combinou a fantástica experiência do ensino médio com excelentes notas, posições de liderança, aulas promissoras, atividades sociais e excelentes resultados de testes, as faculdades terão dificuldades para incluí-lo em suas fileiras!

Agora você é realmente o aluno que as principais universidades querem aceitar, por isso não se surpreenda ao entrar 2, 3, 4 ou até mais faculdades. Vamos dizer a verdade, todos eles ficariam felizes em tomar posse de você!

Ao tomar a decisão final, considere todos os pontos de vista possíveis, desde a assistência financeira ao rigor acadêmico e tudo o que há entre eles (a qualidade das cafeterias, equipamentos de ginástica, salas de música - tudo o que mais lhe interessa).

Você fez tudo certo quando entrou na faculdade, e não importa qual decisão você, um estudante assíduo, decidido e independente, faça, será correto. Confie em seu coração e mente.

Não se esqueça de bolsas de estudo, empréstimos estudantis e outras formas de assistência financeira

Embora a mensalidade seja um tópico para um artigo separado, seria um erro não pensar sobre onde suas finanças virão o mais cedo possível.

Você se qualifica para uma bolsa de mérito? Subvenções federais? Pedir dinheiro emprestado de uma família?

Você vai aproveitar o programa de estudo e trabalho da universidade? Ou aceita empréstimos estudantis?

Naturalmente, é provável que você pague dinheiro de faculdade de todas as fontes listadas acima, bem como de outras pessoas. Provavelmente, as principais ideias para pagar as propinas são as seguintes: planear e procurar e candidatar-se constantemente a um número crescente de bolsas de estudo e subvenções!

Complete com sucesso seu primeiro curso.

"Ele perdeu sua bolsa de estudos porque se apaixonou e falhou em uma análise matemática na sessão de primavera!"

“Ela e suas amigas foram flagradas roubando uma pulseira e Harvard cancelou sua admissão!”

Alguns alunos acham que é apenas uma lenda urbana. Outros têm um medo saudável em torno de histórias semelhantes.

A verdade é que você realmente pode perder o que você conseguiu se você não terminar o primeiro curso com sucesso. Em outras palavras, se suas notas cairem, ou se você tomar a decisão errada, você poderá descobrir que foi impiedosamente expulso.

Pior de tudo, quando isso acontece no final do primeiro ano. Como você vai arrumar seus planos agora? A maioria das faculdades já terá um prazo de admissão, então você pode ter que perder um ano inteiro ou se inscrever em universidades alternativas, desde o início.

Portanto, como você vê, é melhor apenas evitar o perigo, percorrer sentimentos “ternos” e permanecer um aluno incrível e uma pessoa que foi para a faculdade no início do ano letivo.

Tradução de Vyacheslav Davidenko, fundador da MBA Consult

Assista ao vídeo: COMO FAZER FACULDADE NOS EUA. GUIA COMPLETO PARTE 3 (Setembro 2021).

Pin
Send
Share
Send
Send